terça-feira, 5 de julho de 2011

AUXILIAR DE APARELHO GESSADO

O APARELHO GESSADO é um dispositivo de imobilização externa rígido, moldado aos contornos do corpo e tem como objetivos imobilizar uma parte do corpo em uma posição específica e aplicar pressão uniforme sobre o tecido mole subjacente. Além desta função também é utilizado especificamente para imobilizar a fratura reduzida, corrigir deformidade ou sustentar e estabilizar as articulações enfraquecidas.
E o curso de AUXILIAR DE APARELHO GESSADO, também chamado de AUXILIAR DE IMOBILIZAÇÃO ORTOPÉDICA tem por objetivo preparar profissionais da área da saúde para atuar como profissionais ou voluntários em caso de calamidades, catástrofes ou até mesmo, nos quadros de atendimento ortopédicos em hospitais, clínicas, postos de saúde etc.


"A indicação de colocação de aparelhos gessados, talas gessadas, etc., é de exclusiva competência médica. Na confecção do aparelho gessado, talas, etc., entretanto, pode o médico solicitar a participação de auxiliares não médicos, desde que assuma a supervisão e responsabilidade pelo ato.
Quando da feitura de aparelhos gessados ou talas gessadas que se seguem a redução de fraturas, na maior parte das vezes, cabe ao médico a manutenção dos fragmentos ósseos na posição desejada, enquanto os auxiliares colocam o aparelho gessado. A manutenção da redução é de importância maior e exige maiores conhecimentos técnicos do que a colocação do gessado em si.
Em resumo, aparelhos gessados podem ser colocados e retirados por pessoal auxiliares não médicos qualificados, desde que por indicação, supervisão e responsabilidade do médico assistente”.
Parecer CRM-PR 939/1997


MINISTÉRIO DO TRABALHO
Classificação Brasileira de Ocupações
3226-05 - Técnico de imobilização ortopédica - Técnico em aparelho gessado, Técnico em gesso hospitalar, Técnico em gesso ortopédico, Técnico em imobilizações do aparelho locomotor, Técnico em imobilizações gessadas, Técnico engessador, Técnico gessista


Descrição Sumária
Confeccionam e retiram aparelhos gessados, talas gessadas (goteiras, calhas) e enfaixamentos com uso de material convencional e sintético (resina de fibra de vidro). Executam imobilizações com uso de esparadrapo e talas digitais (imobilizações para os dedos). Preparam e executam trações cutâneas, auxiliam o médico ortopedista na instalação de trações esqueléticas e nas manobras de redução manual. Podem preparar sala para pequenos procedimentos fora do centro cirúrgico, como pequenas suturas e anestesia local para manobras de redução manual, punções e infiltrações. Comunicam-se oralmente e por escrito, com os usuários e profissionais de saúde.


Mais informações sobre este ou outro curso oferecido por nosso Instituto ligue para 4128-2253 ou compareça em nossa sede:
Instituto Evandro Brasil
Rua Barão do Triunfo, 35, Centro, Duque de Caxias, RJ
Tel. (21) 4128-2253, (21) 9399-4961

Nenhum comentário:

Postar um comentário